O Auxílio Brasil será pago para 17,5 milhões de famílias brasileiras. Com a mudança de programa, muitos beneficiários estão confusos em relação a forma de recebimento e estão buscando saber onde será pago o Auxílio Brasil e como fazer o saque dos valores.

O governo federal começou a liberar em novembro o pagamento do Auxílio Brasil para 14,5 milhões de famílias que em outubro foram consideradas elegíveis para receber o Bolsa Família. Esse público foi migrado automaticamente para o novo programa, dessa forma não foi necessário fazer nenhum recadastramento para receber o Auxílio Brasil em 2021.

Em dezembro, o Ministério da Cidadania manteve o mesmo número de famílias beneficiadas. Com o atraso na promulgação da PEC dos precatórios, não foi possível incluir mais famílias antes de fechar a folha de pagamentos de dezembro.

Já a partir de janeiro de 2022 foi anunciado o fim da fila de espera do programa com a entrada de mais 3 milhões de famílias. Assim, o primeiro pagamento do ano chegará para mais de 17,5 milhões de famílias.

Outro ponto que segue igual ao programa antigo é a forma de recebimento do benefício, os beneficiários poderão utilizar os cartões e senha já usados para o saque do Bolsa Família para receber o Auxílio Brasil. Em breve o governo deve emitir os cartões do novo programa e enviar para os beneficiários.

Para grande parte do público o Auxílio Brasil vai cair em poupança social digital no Caixa Tem - navegue pelo índice abaixo veja como sacar pelo aplicativo.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

As regras para receber o Auxílio Brasil foram definidas por decretos publicados pelo governo federal. Para ter direito ao benefício a família deve estar inscrita no Cadastro Único e estar com os dados atualizados há pelo menos dois anos.

Outro requisito que deve ser cumprido é o da faixa de renda familiar mensal por pessoa, que deve ser de até R$ 105 para famílias consideradas em situação de extrema pobreza ou faixa de R$ 105,01 a R$ 210 para famílias caracterizadas em situação de pobreza.

Também terão direito ao Auxílio Brasil as famílias enquadradas na regra de emancipação, cuja renda familiar mensal per capita ultrapassasse em até duas vezes e meia a linha de pobreza. Essas famílias poderão permanecer no Auxílio Brasil por até 24 meses caso possuam em sua composição gestantes ou pessoas com idade até 21 anos incompletos.

O governo também determinou outros critérios que a família deve cumprir para não perder o benefício do Auxílio Brasil. São eles:

  • Frequência escolar mensal mínima de 60% para crianças de 4 a 5 anos de idade;
  • Frequência escolar mensal mínima de 75% para beneficiários de 6 a 21 anos de idade, além de calendário nacional de vacinação completo;
  • Acompanhamento do estado nutricional de crianças com até 7 anos de idade incompletos;
  • Acompanhamento pré-natal para gestantes.

Como sacar o Auxílio Brasil no Caixa Tem?

Na data definida pelo calendário do Auxílio Brasil os beneficiários já poderão fazer o saque em espécie ou transferência dos valores para outra conta. Caso prefira, o dinheiro também poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem para realizar pagamentos de boletos, contas de água, luz ou realizar pagamentos com Pix ou com cartão de débito virtual. O Caixa Tem também permite o pagamento de compras pela maquininha nos estabelecidos conveniados.

O saque do Auxílio Brasil pode ser feito de diversas maneiras, seja via app do Caixa Tem, terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou agências da Caixa.

Para sacar o Auxílio Brasil no Caixa Tem o beneficiário deve abrir selecionar no app a opção "saque sem cartão" e depois clicar em "gerar código de saque". O código tem validade de uma hora e deve ser gerado novamente caso o beneficiário não realize o saque nesse período. Depois, siga o passo a passo:

  1. Abra o aplicativo Caixa Tem e selecione a opção Gerar código para saque.
  2. O aplicativo irá informar então que o beneficiário deve estar em frente a um caixa eletrônico, atendente lotérico ou correspondente Caixa Aqui antes de continuar. Isso porque o código que irá ser gerado tem validade de uma hora e caso não finalize o saque dentro desse tempo o processo terá que ser realizado novamente do início.
  3. Se você já está no local em que irá realizar o saque em dinheiro aperte na opção Gerar Código.
    Pronto! O código autorizador de saque será gerado e basta digitá-lo no caixa eletrônico ao fazer a operação.
  4. No visor do caixa eletrônico terá a opção Saque Auxílio Emergencial. Em seguida, deverá ser preenchido o número do CPF do beneficiário. Digite e tecle na opção Continuar.
  5. O caixa eletrônico irá então solicitar o código de seis números gerado no aplicativo. Digite e tecle Continuar.

O prazo para realizar o saque dos valores do Auxílio Brasil será de 120 dias após o depósito dos valores na conta contábil. Se não for sacado nesse período, o benefício será devolvido ao programa, conforme estabelecido pelo Ministério da Cidadania.

Como transferir o Auxílio Brasil pelo Pix?

Os valores do Auxílio Brasil também podem ser transferidos para outra conta via Pix. Confira no passo a passo abaixo como fazer:

  1. Na tela principal escolha a opção Pix;
  2. Escolha a opção Pagar;
  3. Na próxima tela, escolha se você quer fazer a transferência por chave pix ou QR code;
  4. Se escolher a opção Chave, informe qual o tipo você vai utilizar (telefone, CPF/CNPJ, e-mail ou chave aleatória);
  5. Informe o dado da chave e o valor que deseja transferir. A descrição do pagamento é opcional;
    Confira os dados preenchidos e selecione "Sim, digitar senha";
  6. Digite a senha do Caixa Tem e a transferência será concluída;
  7. Se você preferir o pagamento por QR Code, poderá optar pela leitura do código com a câmera do celular ou por colar o QR Code;
  8. Basta apontar a câmera para QR Code e inserir a senha do Caixa Tem para concluir o pagamento;

Tabela de valores do Auxílio Brasil

De acordo com o Ministério da Cidadania, o valor do Auxílio Brasil em novembro recebeu aumento de quase 20% em relação ao valor médio pago no mês de outubro. Assim, o benefício médio saltou de R$ 186,68 para R$ 224,41 neste mês.

Já em dezembro o governo confirmou o pagamento do Auxílio Brasil de R$ 400. Assim, cada uma das famílias não receberá valor inferior a esse. O valor complementar, chamado de benefício extraordinário, também será pago de janeiro a dezembro de 2022.

Também foram divulgados os valores atualizados dos benefícios complementares. Confira quais são eles na tabela abaixo:

Tabela de valores do Auxílio Brasil [atualizada]
Tipo de benefício Valor
Benefício Primeira Infância R$ 130 por integrante (limitado a 5 benefícios)
Benefício Composição Familiar R$ 65 por integrante (limitado a 5 benefícios)
Benefício de Superação da Extrema Pobreza Valor calculado individualmente para cada família
Auxílio Esporte Escolar R$ 100 + parcela única de R$ 1.000
Bolsa de Iniciação Científica Junior R$ 100 + parcela única de R$ 1.000
Auxílio Criança Cidadã R$ 200 (turno parcial) e R$ 300 (turno integral)
Auxílio Inclusão Produtiva Rural R$ 200 por família
Auxílio Inclusão Produtiva Urbana R$ 200 por família
Benefício Compensatório de Transição Valor será calculado individualmente para cada família