Atenção, beneficiários do Bolsa Família! A partir do mês de dezembro a Caixa Econômica Federal vai realizar o pagamento do benefício via poupança social digital. A medida foi anunciada pelo Ministério da Cidadania e já começou a valer para uma parte dos beneficiários que receberam a 9ª parcela do Auxílio Emergencial naquele mês. De acordo com o governo, cerca de 9 milhões de beneficiários do programa social ainda não possuem conta bancária e poderão agora optar pelo saque via cartão do Bolsa Família ou movimentar o valor recebido pelo aplicativo Caixa Tem.

Em janeiro de 2021, mais três grupos serão contemplados com o recebimento do Bolsa Família no Caixa Tem. Na segunda-feira, 25 de janeiro, quem passa a receber o valor pelo aplicativo são os beneficiários com NIS final 6. O novo formato segue nos dias 26 e 27, quando os inscritos com NIS final 7 e 8 terão o benefício creditado. Nesta segunda etapa de inclusão bancária, serão abertas cerca de 2,2 milhões de contas no Caixa Tem.

Assim como no caso dos beneficiários do Auxílio Emergencial, a poupança digital para quem é do Bolsa Família será aberta de forma automática e gratuita, sem necessidade de comparecer a uma agência do banco nem apresentar documentos. O Ministério da Cidadania informa que será possível continuar realizando o saque do BF com o Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Bolsa Família na poupança digital

A abertura das contas digitais será feita de forma escalonada, começando pelos últimos na ordem do calendário oficial do programa - os inscritos que possuem Número de Inscrição Social (NIS) final 9 e 0.

Conforme o calendário do Bolsa Família em dezembro, esses dois grupos de beneficiários receberam nos dias 22 e 23 de dezembro, respectivamente. Dessa forma, cerca de 1,5 milhão de famílias (16,55% do total de cidadãos com direito ao benefício neste período) puderam movimentar o benefício Bolsa Família por meio do app Caixa Tem ou, se preferirem, sacar da forma tradicional.

A transição das contas será feita de forma gradual, com um grupo de beneficiários por mês. Até março de 2021 a inclusão bancária do público do Bolsa Família deve estar completa. Veja como vai funcionar:

  • Dezembro de 2020: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 9 e 0;
  • Janeiro de 2021: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 6, 7 e 8;
  • Fevereiro de 2021: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 3, 4 e 5;
  • Março de 2021: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS 1, 2 e para Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).
Bolsa Família será pago em conta poupança digital a partir de dezembro. Fonte: Caixa.
Bolsa Família será pago em conta poupança digital a partir de dezembro. Fonte: Caixa.

A inclusão dos beneficiários do Bolsa Família nesta nova forma de pagamento foi possível após a sanção da Lei nº 14.075/2020 pelo presidente Jair Bolsonaro. A lei permite que União, Estados e Municípios realizem pagamentos de benefícios como Auxílio Emergencial, Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), PIS/PASEP e saques do FGTS.

A conta poupança digital da Caixa não possui tarifas de manutenção e não exige nova senha para utilizar. O limite mensal de movimentação é de R$ 5 mil e por meio do aplicativo Caixa Tem é possível usar o saldo para fazer compras em supermercados, padarias e outros estabelecimentos, bem como fazer o pagamento de contas como água, luz, telefone e outros boletos pelo celular.

- Confira sacar o Bolsa Família com o aplicativo Caixa Tem

- Veja como fazer pagamentos com QR Code da poupança digital Caixa

- Poupança Digital: saiba como sacar e transferir o dinheiro

Calendário do Bolsa Família em 2021

O governo federal divulgou no início de janeiro o calendário completo do Bolsa Família para 2021. Sem contar com o Auxílio Emergencial, as 14,23 milhões de famílias beneficiadas pelo programa social voltarão a receber o valor mensal a que estavam habituadas antes da pandemia da Covid-19. No primeiro mês do ano, o pagamento vai ocorrer entre 18 e 29 de janeiro. Confira as datas completas:

Final do NIS Dia e Mês do pagamento do Bolsa Família 2021
1 18/01 11/02 18/03 16/04 18/05 17/06 19/07 18/08 17/09 18/10 17/11 10/12
2 19/01 12/02 19/03 19/04 19/05 18/06 20/07 19/08 20/09 19/10 18/11 13/12
3 20/01 17/02 22/03 20/04 20/05 21/06 21/07 20/08 21/09 20/10 19/11 14/12
4 21/01 18/02 23/03 22/04 21/05 22/06 22/07 23/08 22/09 21/10 22/11 15/12
5 22/01 19/02 24/03 23/04 24/05 23/06 23/07 24/08 23/09 22/10 23/11 16/12
6 25/01 22/02 25/03 26/04 25/05 24/06 26/07 25/08 24/09 25/10 24/11 17/12
7 26/01 23/02 26/03 27/04 26/05 25/06 27/07 26/08 27/09 26/10 25/11 20/12
8 27/01 24/02 29/03 28/04 27/05 28/06 28/07 27/08 28/09 27/10 26/11 21/12
9 28/01 25/02 30/03 29/04 28/05 29/06 29/07 30/08 29/09 28/10 29/11 22/12
0 29/01 26/02 31/03 30/04 31/05 30/06 30/07 31/08 30/09 29/10 30/11 23/12