Consulta aberta! A Caixa atualizou a consulta aos aprovados para receber o Bolsa Família de Junho. O calendário que começou no dia 17/06 será antecipado em todo o estado do Rio Grande do Sul e em cidades de outros 6 estados que decretaram estado de emergência.

A cada rodada de pagamento, uma parte dos beneficiários fica apreensiva com a onda de bloqueios que vem travando o dinheiro para milhões de famílias nos últimos meses - em especial as famílias unipessoais.

Como noticiamos aqui no Ache Concursos, desde o ano passado o governo determinou o bloqueio do Bolsa Família para os cadastros unipessoais que foram identificadas com dados inconsistentes nas bases do governo.

Esse público vem sendo investigado por suspeita de fraude e recebimento irregular - quando o cidadão informa que mora sozinho mas reside com outros integrantes que também recebem o Bolsa Família.

Assim, as famílias unipessoais até receberam o dinheiro no Caixa Tem, mas foram convocadas a prestar esclarecimentos e atualizar o seu cadastro no setor do Cadastro Único. Caso não cumpram o prazo, o Bolsa Família pode ser cancelado.

Responsável deve atualizar o cadastro para desbloquear o Bolsa Família. Imagem: Ache Concursos
Responsável deve atualizar o cadastro para desbloquear o Bolsa Família. Imagem: Ache Concursos
ÍNDICE

Para evitar novas chances de fraudes, o governo não liberou o recadastramento do Bolsa Família online, devendo o beneficiário passar por nova entrevista e apresentar pessoalmente a documentação para regularizar o cadastro.

Segundo o MDS, os valores bloqueados em conta serão pagos de forma retroativa para aqueles que, após a atualização, comprovarem que de fato possuem direito a receber o benefício.

Por isso, muitas pessoas querem saber quanto tempo leva para desbloquear o Bolsa Família após atualizar o cadastro.

Bolsa Família: Quanto tempo leva para desbloquear?

O governo orientou que apenas as pessoas que foram convocadas pelo MDS procurem um CRAS ou setor do Cadúnico para atualizar o seu cadastro.

Além de levar a documentação exigida, o beneficiário deverá assinar um termo afirmando que vive sozinho e que as informações prestadas são verdadeiras.

Após esse procedimento, o Bolsa Família é desbloqueado automaticamente pela gestão municipal.

Já o prazo para desbloqueio pode variar conforme cada caso. Na maioria das vezes, os benefícios bloqueados são liberados cerca de 30 dias após a regularização. Porém, caso ocorra o cancelamento pode levar até três meses (90 dias) para que a situação do Bolsa Família volte ao normal.

O governo federal concede o prazo de até 60 dias para que as famílias unipessoais façam a atualização do Cadúnico.

Quem está com o benefício bloqueado em Junho tem até o dia 12/07 para atualizar os dados e voltar a receber o benefício na folha de pagamento de Agosto.

Bolsa Família bloqueado

Outro fato que tem deixado as famílias preocupadas é a mensagem de Bolsa Família bloqueado - referência (06/2024) no Caixa Tem.

Ao entrar no app para consultar o pagamento, os usuários notaram que o dinheiro aparecia como bloqueado e a orientação para que ligue para o número 121 para saber mais detalhes.

Existem alguns motivos que podem levar ao bloqueio do Bolsa Família no Caixa Tem, veja quais são:

Parcela bloqueada até que chegue a data definida para saque - em alguns casos, a Caixa mantém o valor bloqueado para saque mesmo que o dinheiro já esteja creditado em conta. Isso ocorre para informar o beneficiário que o valor só estará disponível para movimentação quando chegar a data definida no calendário do Bolsa Família.

Como consultar se o Bolsa Família está bloqueado

Para descobrir se o benefício está mesmo bloqueado, o beneficiário deve fazer a consulta em mais de um aplicativo que mostra a situação do Bolsa Família, pois em alguns casos o benefício pode aparecer liberado. Veja quais são:

Pagamento bloqueado após o saque - outra situação comum é o Caixa Tem exibir a mensagem de pagamento bloqueado no extrato após o beneficiário já ter realizado o saque da parcela. Isso ocorre porque a situação do Bolsa Família será atualizada para mostrar o status da próxima parcela.

Pagamento bloqueado por inconsistência no cadastro - se chegar a data de pagamento e o dinheiro não caiu na conta o beneficiario deve conferir se está apto a receber a parcela - ou seja, se está dentro das regras e se cumpre todas as condicionalidades do programa.

Se a resposta for sim e o dinheiro não cair até o fim do calendário do mês vigente, será necessário procurar um CRAS mais próximo e buscar informações sobre o motivo do bloqueio.

Bolsa Família bloqueado no Caixa Tem

Os beneficiários que estão com o cadastro atualizado e as informações em dia estão conseguindo consultar normalmente a parcela liberada no app do Bolsa Família e no Portal Cidadão.

Contudo, para uma parte dos inscritos ao entrar no app Caixa Tem a parcela aparece bloqueada e logo abaixo vem a seguinte mensagem:

Mensagem do Bolsa Família - Benefício bloqueado por averiguação. Você precisa esclarecer informações do seu cadastro. Se você realmente mora sozinho procure o setor do Cadastro Único na sua cidade e atualize seu cadastro para evitar o cancelamento do seu benefício do Bolsa Família. Mais informações ligue 121. Motivo - AVE UNIPESSOAL COD. P4-23.

Segundo o governo, a família que está em averiguação unipessoal recebe a mensagem de aviso no extrato de pagamento, que pode ser consultado no aplicativo do Bolsa Família, no Caixa Tem ou no Portal Cidadão.

A partir do aviso, a família terá um prazo para atualizar os dados e, após o processamento, ter o pagamento desbloqueado. Caso não cumpra com o prazo estabelecido, o beneficiário será notificado do cancelamento do benefício.