Já é conhecido o calendário das novas datas de pagamento do Auxílio Emergencial. O calendário inclui as datas da novas parcelas para os inscritos no CadÚnico e pelo app ou site da Caixa, bem como para aqueles que fizeram cadastro nas agências dos Correios ou tiveram o seu pagamento suspenso em julho ou agosto. No dia 1º de setembro, o governo oficializou a prorrogação do benefício que terá agora mais 4 parcelas no valor de R$ 300.

Para os beneficiários do Bolsa Família a Caixa já realizou o pagamento da 5ª parcela - de 18 a 31 de agosto - conforme calendário específico do Bolsa Família. A 6ª parcela para este grupo vai de 17 a 30 de setembro.

Para facilitar a organização dos pagamentos o governo dividiu os novos créditos em ciclos e pelo mês de nascimento do beneficiário. Foram divulgadas as datas para as 5 parcelas de R$ 600 ou R$ 1.200 que serão pagas até o final de novembro.

Calendário do Auxílio Emergencial tem 4 ciclos

Veja abaixo como vai funcionar os novos pagamentos do Auxílio Emergencial:

  • Ciclo 1 - pagamentos entre 22 de julho e 26 de agosto;
  • Ciclo 2 - pagamentos entre 28 de agosto e 30 de setembro;
  • Ciclo 3 - pagamentos entre 09 de outubro e 13 de novembro;
  • Ciclo 4 - pagamentos entre 16 de novembro e 30 de novembro.
Ciclos de pagamentos do Auxílio Emergencial vão até novembro. Fonte: Caixa Econômica Federal.
Ciclos de pagamentos do Auxílio Emergencial vão até novembro. Fonte: Caixa Econômica Federal.

Os próximos pagamentos vão continuar nos mesmos moldes dos anteriores, com o dinheiro creditado primeiro em conta poupança digital e depois sendo liberado para saque. Já para o Bolsa Família os pagamentos seguem o calendário específico do programa, que pode ser conferido aqui. Navegue no índice abaixo para conferir as datas completas do pagamento do Auxílio Emergencial.

Beneficiários que receberam a 1ª parcela em abril

Calendário da 5ª parcela:

Ciclo 2
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 28 de agosto 19 de setembro
Fevereiro 02 de setembro 22 de setembro
Março 04 de setembro 29 de setembro
Abril 09 de setembro 1º de outubro
Maio 11 de setembro 03 de outubro
Junho 16 de setembro 06 de outubro
Julho 18 de setembro 08 de outubro
Agosto 23 de setembro 13 de outubro
Setembro 25 de setembro 15 de outubro
Outubro 28 de setembro 20 de outubro
Novembro 28 de setembro 22 de outubro
Dezembro 30 de setembro 27 de outubro

Beneficiários que receberam a 1ª parcela em maio

Calendário da 4ª parcela:

Ciclo 2
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 28 de agosto 19 de setembro
Fevereiro 02 de setembro 22 de setembro
Março 04 de setembro 29 de setembro
Abril 09 de setembro 1º de outubro
Maio 11 de setembro 03 de outubro
Junho 16 de setembro 06 de outubro
Julho 18 de setembro 08 de outubro
Agosto 23 de setembro 13 de outubro
Setembro 25 de setembro 15 de outubro
Outubro 28 de setembro 20 de outubro
Novembro 28 de setembro 22 de outubro
Dezembro 30 de setembro 27 de outubro

Calendário da 5ª parcela:

Ciclo 3
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 09 de outubro 29 de outubro
Fevereiro 09 de outubro 29 de outubro
Março 16 de outubro 03 de novembro
Abril 16 de outubro 03 de novembro
Maio 23 de outubro 10 de novembro
Junho 23 de outubro 10 de novembro
Julho 30 de outubro 12 de novembro
Agosto 30 de outubro 12 de novembro
Setembro 06 de novembro 17 de novembro
Outubro 06 de novembro 17 de novembro
Novembro 13 de novembro 19 de novembro
Dezembro 13 de novembro 19 de novembro

Beneficiários que receberam a 1ª parcela em junho

Calendário da 3ª parcela:

Ciclo 2
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 28 de agosto 19 de setembro
Fevereiro 02 de setembro 22 de setembro
Março 04 de setembro 29 de setembro
Abril 09 de setembro 1º de outubro
Maio 11 de setembro 03 de outubro
Junho 16 de setembro 06 de outubro
Julho 18 de setembro 08 de outubro
Agosto 23 de setembro 13 de outubro
Setembro 25 de setembro 15 de outubro
Outubro 28 de setembro 20 de outubro
Novembro 28 de setembro 22 de outubro
Dezembro 30 de setembro 27 de outubro

Calendário da 4ª parcela:

Ciclo 3
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 09 de outubro 29 de outubro
Fevereiro 09 de outubro 29 de outubro
Março 16 de outubro 03 de novembro
Abril 16 de outubro 03 de novembro
Maio 23 de outubro 10 de novembro
Junho 23 de outubro 10 de novembro
Julho 30 de outubro 12 de novembro
Agosto 30 de outubro 12 de novembro
Setembro 06 de novembro 17 de novembro
Outubro 06 de novembro 17 de novembro
Novembro 13 de novembro 19 de novembro
Dezembro 13 de novembro 19 de novembro

Calendário da 5ª parcela:

Ciclo 4
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 16 de novembro 26 de novembro
Fevereiro 16 de novembro 26 de novembro
Março 18 de novembro 1º de dezembro
Abril 18 de novembro 1º de dezembro
Maio 20 de novembro 03 de dezembro
Junho 20 de novembro 03 de dezembro
Julho 23 de de novembro 08 de dezembro
Agosto 23 de novembro 08 de dezembro
Setembro 27 de novembro 10 de dezembro
Outubro 27 de novembro 10 de dezembro
Novembro 30 de novembro 15 de dezembro
Dezembro 30 de novembro 15 de dezembro

Beneficiários que receberam a 1ª parcela em julho

(Cadastrados entre 17 de junho e 02 de julho)

Calendário da 2ª parcela:

Ciclo 2
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 28 de agosto 19 de setembro
Fevereiro 02 de setembro 22 de setembro
Março 04 de setembro 29 de setembro
Abril 09 de setembro 1º de outubro
Maio 11 de setembro 03 de outubro
Junho 16 de setembro 06 de outubro
Julho 18 de setembro 08 de outubro
Agosto 23 de setembro 13 de outubro
Setembro 25 de setembro 15 de outubro
Outubro 28 de setembro 20 de outubro
Novembro 28 de setembro 22 de outubro
Dezembro 30 de setembro 27 de outubro

Calendário da 3ª parcela:

Ciclo 3
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 09 de outubro 29 de outubro
Fevereiro 09 de outubro 29 de outubro
Março 16 de outubro 03 de novembro
Abril 16 de outubro 03 de novembro
Maio 23 de outubro 10 de novembro
Junho 23 de outubro 10 de novembro
Julho 30 de outubro 12 de novembro
Agosto 30 de outubro 12 de novembro
Setembro 06 de novembro 17 de novembro
Outubro 06 de novembro 17 de novembro
Novembro 13 de novembro 19 de novembro
Dezembro 13 de novembro 19 de novembro

Calendário da 4ª e 5ª parcelas:

Ciclo 4
Mês de nascimento Crédito em conta Saque e transferência
Janeiro 16 de novembro 26 de novembro
Fevereiro 16 de novembro 26 de novembro
Março 18 de novembro 1º de dezembro
Abril 18 de novembro 1º de dezembro
Maio 20 de novembro 03 de dezembro
Junho 20 de novembro 03 de dezembro
Julho 23 de de novembro 08 de dezembro
Agosto 23 de novembro 08 de dezembro
Setembro 27 de novembro 10 de dezembro
Outubro 27 de novembro 10 de dezembro
Novembro 30 de novembro 15 de dezembro
Dezembro 30 de novembro 15 de dezembro

Calendário da 6ª parcela para o Bolsa Família

Os brasileiros cadastrados no Bolsa Família receberão o auxílio de R$ 600,00 (R$ 1.200,00 para mães chefes de família) caso o valor do Bolsa Família seja menor que este, lembrando que os dois não são cumulativos. A forma de receber o benefício segue a mesma, utilizando o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui ou por crédito na conta CAIXA Fácil.

Os pagamentos da 6ª parcela do auxílio emergencial para quem está no Bolsa Família começam no dia 17 de setembro para quem tem o NIS terminado em 1 e encerraram no dia 30 de setembro para o NIS terminado em 0, um dia para cada término de NIS nesse período. Veja o calendário:

Datas para saque da 6ª parcela - Bolsa Família
Data NIS terminado em Quantidade de pessoas aptas
quinta-feira, 17 de setembro de 2020 1 1,9 milhão
sexta-feira, 18 de setembro de 2020 2 1,9 milhão
segunda-feira, 21 de setembro de 2020 3 1,9 milhão
terça-feira, 22 de setembro de 2020 4 1,9 milhão
quarta-feira, 23 de setembro de 2020 5 1,9 milhão
quinta-feira, 24 de setembro de 2020 6 1,9 milhão
sexta-feira, 25 de setembro de 2020 7 1,9 milhão
segunda-feira, 28 de setembro de 2020 8 1,9 milhão
terça-feira, 29 de setembro de 2020 9 1,9 milhão
quarta-feira, 30 de setembro de 2020 0 1,9 milhão

Após oficializar a prorrogação do Auxílio Emergencial até dezembro, o governo editou uma medida provisória mudando algumas regras no recebimento do benefício. Para o público do Bolsa Família o governo definiu que será realizado o seguinte cálculo: o governo irá somar o valor previsto para a família no pagamento do Auxílio Emergencial e fará a soma dos benefícios recebidos pelo grupo familiar por meio do Bolsa Família. Caso o valor do BF seja igual ou maior que o valor do Auxílio, a família receberá somente os benefícios do Programa Bolsa Família.

Os inscritos no Bolsa Família recebem o dinheiro de acordo com o calendário oficial do programa. Dessa forma, mesmo que o governo ainda não tenha divulgado o calendário para estas novas parcelas, já é possível afirmar que a 6ª parcela do Auxílio Emergencial será paga os inscritos no Bolsa Família entre os dias 17 e 30 de setembro. As demais parcelas devem cair na conta dos beneficiários nas seguintes datas:

  • 7ª parcela do Auxílio Emergencial: de 19 a 30 de outubro;
  • 8ª parcela do Auxílio Emergencial: de 17 a 30 de novembro;
  • 9ª parcela do Auxílio Emergencial: de 10 a 23 de dezembro.

Novas parcelas não serão pagas a todos

No dia 03 de setembro, o governo editou uma MP alterando algumas regras para o recebimento do benefício e estabelecendo o Auxílio Emergencial residual, como foram chamadas essas quatro parcelas adicionais da prorrogação. No documento fica acertado que o auxílio residual será pago em até 4 parcelas mensais de R$ 300 até o dia 31 de dezembro de 2020 e de forma subsequente à última parcela do Auxílio Emergencial. Isto é, o beneficiário só receberá a 6ª parcela se o pagamento da 5ª for realizado antes de dezembro.

Dessa forma, os beneficiários que receberam o primeiro pagamento em abril e estão recebendo a 5ª parcela entre agosto e setembro terão as 4 parcelas de R$ 300 garantidas. Já aqueles que foram aprovados posteriormente não receberão todas as novas parcelas, como é o caso dos que foram aprovados em julho. Para este grupo, que recebe a 5ª parcela só em novembro, deve ser creditado somente um pagamento de R$ 300. A informação foi detalhada pelo Ministério da Cidadania em nota publicada no site.

"Serão pagas até quatro parcelas do novo valor. Contudo, o benefício acaba em dezembro deste ano, ou seja, quem começou a receber o Auxílio Emergencial em abril, terá direito às quatro parcelas. Quem passou a receber a partir de julho, por exemplo, terá direito a apenas uma parcela do novo benefício, que será paga no mês de dezembro", salientou em nota.

- Invista no seu conhecimento; veja ótimos livros em promoção na Amazon

Prazo para pedir o auxílio emergencial já encerrou

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que o prazo limite para realizar o cadastro e ser apto a receber as parcelas foi dia 02 de julho. "Podem se cadastrar até o dia 02 de julho. Ou seja, 90 dias após a promulgação da lei. Todos que se cadastrarem até o dia 02 de julho receberão as três parcelas", disse.

Ainda durante a entrevista o presidente da Caixa falou sobre a dificuldade inicial de gerenciar os pagamentos num grupo tão grande de beneficiários.

"A primeira análise é a complicada, pois nós recebemos, já no primeiro dia, 21 milhões e no segundo dia, próximo de 30 milhões de cadastros, então a grande maioria se cadastrou nos dois primeiros dias. Só para reforçar, uma vez que esse cadastro esteja validado, os outros pagamentos não devem ter nenhum tipo de demora porque o grande trabalho que nós estamos tendo neste momento é esse cadastramento, a validação" declarou Guimarães.

A Caixa divulgou então um calendário para crédito nas contas e outro para saque em espécie do auxílio emergencial. Para evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, o banco estipulou as datas baseadas no mês de nascimento dos beneficiários. Para realizar o saque o beneficiário deverá se dirigir a um caixa eletrônico ou casa lotérica, sem necessidade de cartão, mas com o código gerado no aplicativo Caixa TEM.

A Caixa salienta que o saque do benefício não é obrigatório uma vez que o valor será depositado em poupança digital e poderá ser movimentado para contas de qualquer banco via transferência sem custo nenhum por 90 dias. O valor pode ser movimentado no "Caixa Tem", que permite também o pagamento de boletos e contas domésticas como água, luz e telefone.

Como sacar o benefício de R$ 600,00?

Assim que chegar a data prevista para o início do saque, o beneficiário irá encontrar a opção habilitada no aplicativo Caixa Tem. No app deverá ser informado o valor a ser retirado e então será gerado um código autorizador que vale por duas horas para saque nos caixas eletrônicos e casas lotéricas. O saque poderá então ser realizado sem cartão.

- Passo a passo: Como sacar o dinheiro do auxílio no caixa eletrônico